Qual a eficiência da indução de puberdade e inseminação artificial em tempo fixo em novilhas de corte

Talita da Silva Nascimento, Ricardo Catapano Maia, Laura Nicole Filipin da Costa, Ana Lúcia Almeida Santana, Ariadne Marques Silva Santana, Roberta Carvalho da Silva, Emilly Sabrina Cotrim dos Santos, Larissa Pires Barbosa

Resumo


Resumo: O estudo teve como objetivo avaliar a eficiência do protocolo de indução de puberdade em novilhas de corte seguido de inseminação artificial em tempo fixo (IATF). Foram utilizadas 92 novilhas aneloradas, com idade entre 18 e 24 meses, pesando em média 339,81±23,26kg, imaturas, com ausência de corpo lúteo, mediante avaliação ultrassonográfica, que receberam no dia zero (D0) do protocolo de indução de puberdade 150mg de progesterona injetável via intramuscular (IM), seguido de rompimento de hímen e no D12, 1mg de cipionato de estradiol via IM. As fêmeas que responderam ao protocolo de indução de puberdade, por meio da presença de corpo lúteo no D24, foram submetidas ao protocolo de IATF. No D0 do protocolo de IATF, receberam implante intravaginal de progesterona monodose de 0,5mg; 1mg de benzoato de estradiol e 150µg de PGF2α, ambos por via IM; no D8, receberam 200UI de gonadotrofina coriônica equina, 1mg de cipionato de estradiol e 150µg de PGF2α todos por via IM, associado ao uso de bastão marcador na região sacro-caudal. No D10, as fêmeas que não estavam marcadas na região sacro-caudal foram consideradas estro positivo e as com marcação intacta foram consideradas estro negativo, recebendo a aplicação de 10,5µg via IM de GnRH. Os dados foram transformados em medida de razão com base 100. Realizou-se também a análise de correlação entre as variáveis estudadas. O diagnóstico de gestação foi realizado aos trinta e sessenta dias após a IATF. O percentual de novilhas que responderam ao protocolo de indução de puberdade correspondeu a 47,83% (44/92). A porcentagem de fêmeas que apresentaram estro foi de 92,86% (39/44). Obteve-se 80,95% de taxa de concepção aos 30 dias da IATF e 78,53% aos 60 dias, com perda embrionária/fetal de 2,94%. O protocolo utilizado induziu a puberdade em aproximadamente 50% das novilhas de corte, com eficiência satisfatória e com taxa de concepção de 80,95% dessas novilhas em programas de IATF.

 

Palavras chave: Ciclicidade, Protocolo de indução de puberdade, Taxa de gestação.

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


Anache, N.A., et al. (2018). Estrus identification methods as an alternative to optimize IATF results. Animal Reproduction, 15 (3), 380.

Barros, B.J.P., & Visintin, J.A. (2001). Controle ultra-sonográfico de gestações, de mortalidades embrionárias e fetais e do sexo de fetos bovinos zebuínos. Brazilian Journal Veterinary Research Animal Science, 38 (2), 74-79.

Baruselli, P.S., et al. (2017). Timed artificial insemination: current challenges and recent advances in reproductive efficiency in beef and dairy herds in Brazil. Animal Reproduction, 14 (3), 558-571.

Bertão, C.L., et al. (2019). Tempo entre indução da ciclicidade e o início do protocolo de IATF influencia a taxa de concepção em novilhas de corte. Revista Brasileira Reprodução Animal, 43 (2), 381.

Bonato, G.L. (2012). Comparação de métodos auxiliares na identificação de estros em vacas e novilhas mestiças leiteiras. (45f). Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG, Brasil.

Buss, V., et al. (2019). Uso da progesterona injetável associada ou não ao cipionato de estradiol na indução da ciclicidade em novilhas taurinas. Revista Brasileira de Reprodução Animal, 43 (2), 382.

Day, M.L., & Anderson, L.H. (1998). Current concepts on the control of puberty in cattle. Journal of Animal Science, 76 (3), 1-15.

Diskin, M.G., et al. (2004). The association between early luteal phase concentrations of progesterone and embryo survival in heifers and dairy cows. Journal of Animal Science, 82 (1), 101.

Felisbino Neto, A.R., et al. (2016). Ciclicity induction protocols in Nelore zebu heifers using injectable long-acting progesterone. Animal Reproduction, 13 (3), 410.

Felisbino Neto, A.R., et al. (2017). Progesterone dosage with Sincrogest Injetável® on the induction of ciclity. Animal Reproduction, 14 (3), 794.

Ferraz, P.A., et al. (2017). The effect of the intensity of estrus expression on the follicular diameter and fertility of nellore cows managed under a FTAI program. Ciência Animal Brasileira, 18, 1-9.

Ferreira, E.M., et al. (2012). Efeito da produção de novilhas à pasto sobre a puberdade. In: Rodrigues, R., C., & Parante, M., O. (Org.). Anais do SIMPRUPASTO: o uso da ciência e de tecnologias para a mudança de paradigmas (pp.128-158) Chapadinha, MA, Brasil, 1.

Gottschall, C.S., Abreu, M.S., & Lorhan, S.S. (2019). Influência da indução à puberdade e do peso vivo sobre a resposta reprodutiva em novilhas de corte. Revista Veterinária em Foco, 16 (2), 19-28.

Holman, D.E., et al. (2015). Evaluation of pre-breeding reproductive tract scoring as a predictor of long term reproductive performance in beef heifers. Preventive Veterinary Medicine, 118, 56-63.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2018). Recuperado em 26 dezembro, 2019, de https://www.ibge.gov.br/indicadores.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2017). Recuperado em 7 Julho, 2020, de http://www.bdg.ibge.gov.br/bdg/pdf/relatorio.asp?L1=93166.

Lemes, K.M., et al. (2016). Effect of different progesterone sources on the induction of puberty and reproductive performance in Nelore heifers. Animal Reproduction, 13 (3), 460.

Marques, T.C., et al. (2013). Progesterona no estabelecimento e manutenção da gestação em ruminantes. Enciclopédia Biosfera, 9 (17), 2175-2188.

Marson, E.P., Guimarães, J.D., & Miranda Neto, T. (2004). Puberdade e maturidade sexual em novilhas de corte. Revista Brasileira de Reprodução Animal, 28, 3-12.

Mello, R.R.C., et al. (2016). Produção in vitro (PIV) de embriões em bovinos. Revista Brasileira Reprodução Animal, 40 (2), 58-64.

Microsoft Corporation. (2010). Office Excel (versão 362) [Software]. Microsoft: Washington, Estados Unidos.

Mousquer, C.J., et al. (2013). Benefícios do uso de animais geneticamente superiores para o aumento da eficiência produtiva. PUBVET, Londrina, 7 (21), 1-23.

Nogueira, E., et al. (2019). Timed artificial insemination plus heat I: effect of estrus expression scores on pregnancy of cows subjected to progesterone-estradiol-based protocols. Animal, 13 (10), 2313-2318.

Nogueira, E., et al. (2016). IATF + CIO: estratégia prática de avaliação de cio e aumento de prenhez (Circular Técnica). Corumbá: Embrapa Pantanal.

Perry, G.A., & Perry, B.L. (2008). Effect of preovulatory concentrations of estradiol and initiation of standing estrus on uterine pH in beef cows. Domestic Animal Endocrinology. 34 (3), 333–338.

Roelofs, J., et al. (2010). When is a cow in estrus? Clinical and practical aspects. Theriogenology. 74 (3), 327-344.

Rosa, A.N.F., & Menezes, G.R.O. (2016). Papel do zebu na pecuária de corte brasileira. Embrapa Gado de Corte-Artigo de divulgação na mídia.

Rodrigues, A.S., et al. (2020). Eficácia do uso distintos estimulantes do crescimento folicular em um protocolo para IATF em fêmeas nelore. Veterinary Science. 25 (1), 45-55.

Sá Filho, M. F., et al. (2012). Manejo reprodutivo estratégico e IATF em novilhas e vacas primíparas zebuínas de corte. Anais do Simpósio Internacional de Reprodução Animal Aplicada (pp. 49-81), Londrina, PR, Brasil, 5.

Sá Filho, M.F., et al. (2006). Efeito da indução de ciclicidade com dispositivo intravaginal de progesterona na taxa de concepção a inseminação artificial em tempo fixo em novilhas nelore. Acta Scientiae Veterinariae, 34 (1), 403.

Santos, K.J.G., et al. (2012). Biotecnologias reprodutivas e fisiologia reprodutiva da fêmea bovina. PUBVET, 6 (36), 1-23.

Silva Filho, A.H.S., Araújo, A.A., & Rodrigues, A.P.R. (2018). Indução da puberdade em novilhas com uso da hormonioterapia. Ciência Animal, 17 (2), 83-89.

Sousa, S.R.S. (2018). Indução da ciclicidade com progesterona injetável em novilhas da raça Nelore. (45f). Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Piauí, Teresina, PI, Brasil.

SPSS Statistics. (2015). Programa SPSS Statistics. Command Syntax Reference (versão 23.0) [Programa de computador]. Chicago, IL: SPSS Inc.

Turrissi, L.H.A., et al. (2011). Perdas embrionárias e fetais em vacas nelore submetidas à IATF. Biológico, 73 (2), 276-279.

Vanroose, G., Kruif, A, & Van Soom, A. (2000). Embryonic mortality and embryo-pathogen interactions. Animal Reproduction Science. 60, 131-143.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line