Extrato aquoso de folhas de jurema-preta na emergência de plântulas de feijão-fava

Ariana Veras de Araújo, Ana Carla Vieira de Brito, Monalisa Alves Diniz da Silva Camargo Pinto, Aline Sheyla Leal de Oliveira, Anderson Ferreira Nunes

Resumo


A jurema-preta (Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir.), arbórea ocorrente na caatinga, é utilizada na alimentação de bovinos e apresenta grande potencialidade de uso em programas de reflorestamento. O feijão fava (Phaseolus lunatus L.), leguminosa utilizada na alimentação humana, rica em proteínas, apresenta-se como alternativa de renda para os pequenos agricultores da região Nordeste do Brasil. Objetivou-se averiguar as possíveis atividades alelopáticas do extrato aquoso de folhas de jurema-preta sobre a emergência e o vigor de plântulas de feijão fava. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com cinco concentrações (0; 25; 50; 75 e 100%) e cinco repetições de 20 sementes, semeadas em bandejas de 128 células. Características avaliadas: porcentagem, índice de velocidade, coeficiente de velocidade e tempo médio de emergência, comprimento e massa seca da parte aérea e do sistema radicular, diâmetro do coleto e massa seca total das plântulas normais. A emergência de plântulas de feijão fava ocorreu satisfatoriamente em todas as concentrações do extrato aquoso de jurema-preta com média acima de 90%. O menor valor (6,68) para o coeficiente de velocidade de emergência foi obtido na concentração de 100% do extrato, evidenciando que houve redução na velocidade de emergência de plântula. No comprimento da parte aérea observou-se que as sementes irrigadas com extrato a 25% originaram plântulas com aproximadamente 20,8 cm.plântula-1. Com o extrato de 75% obteve-se plântulas com massa seca total em torno de 8,06 g.plântula-1. As concentrações do extrato aquoso de folhas de jurema-preta não apresentaram ação inibitória à emergência de plântulas de feijão fava. 


Texto completo:

PDF

Referências


Azevêdo, S. M. A., Bakke, I. A., Bakke, O. A., & Freire, A. L. O. (2012). Crescimento de plântulas de jurema-preta (Mimosa tenuiflora (Wild) Poiret) em solos de áreas degradadas da caatinga. Engenharia Ambiental, 9 (3), 150-160. Recuperado de http://ferramentas.unipinhal.edu.br/ojs/engenhariaambiental/viewarticle.php?id=745

Borella, J., Wandscheer, A. C. D., Bonatti, L. C., & Pastorini, L. H. (2009). Efeito alelopático de extratos aquosos de Persea americana Mill. sobre Lactuca sativa L. Revista Brasileira de Biociência, 7 (3), 260-265. Recuperado de http://www.ufrgs.br/seerbio/ojs/index.php/rbb/article/download/1236/871.

Brito, I. C. A., & Santos, D. R. (2012). Alelopatia de espécies arbóreas da caatinga na germinação e vigor de sementes de feijão macaçar. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 7 (1), 129-140. Recuperado de http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/797

Carmo, F. M. S., Borges, E. E. L., & Takaki, M. (2007). Alelopatia de extratos aquosos de canela-sassafrás (Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer). Acta Botanica Brasilica, 21 (3), 697-705. Recuperado de http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062007000300016

Coelho, M. F. B., Maia, S. S. S., Oliveira, A. K., & Diógenes, F. E. P. (2011). Atividade alelopática de extrato de sementes de juazeiro. Horticultura Brasileira, 29 (1),108-111. Recuperado de

http://dx.doi.org/10.1590/S010205362011000100018

Conti, D., & Franco, E. T. H. (2011). Efeito alelopático de extratos aquosos de Casearia sylvestris Sw. na germinação e no crescimento de Lactuca sativa L. Revista Brasileira de Agrociência, 17 (2-4), 193-203. Recuperado de https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/CAST/article/viewFile/2049/1886.

Ferreira, E. G. B. S., Matos, V. P., Sena, L. H. M., & Sales, A. G. F. A. (2010). Efeito alelopático do extrato aquoso de sabiá na germinação de sementes de fava. Revista Ciência Agronômica, 41 (3), 463-467. Recuperado de http://ccarevista.ufc.br/seer/index.php/ccarevista/article/view/642.

Fontes, M. A., Ribeiro, G. T., Siqueira, A. R., Siqueira, P. Z. R., & Rabanal, J. E. M. (2013). Sistema agroflorestal sucessional como estilo produtivo para agricultura familiar em território de identidade rural, em Sergipe, Brasil. Revista Brasileira de Agroecologia, 8 (2), 112-120. Recuperado de http://orgprints.org/25591/1/Fontes_Sistema%20agroflorestal%20sucessional%20como%20estilo%20produtivo%20para%20agricultura.pdf.

Labouriau, L. G., & Valadares, M. E. B. (1976). On the germination of seeds Calotropis procera (Ait.) Ait.f. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 48, (2), 263-284.

Lima, C. P., Cunico, M. M., Miguel, O. G., & Miguel, M. D. (2011). Efeito dos extratos de duas plantas medicinais do gênero Bidens sobre o crescimento de plântulas de Lactuca sativa L. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, 32 (1), 83-87. Recuperado de http://servbib.fcfar.unesp.br/seer/index.php/Cien_Farm/article/view/1367/1050.

Lorenzi, H. (2008). Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil. (5ed.) Nova Odessa, São Paulo: Instituto Plantarum.

Maguire, J. D. (1962). Speed of germination-aid in and evaluation for seedling emergence and vigour. Crop Science, Madison, 2 (1), 176-177.

Maia, S. M. F., Xavier, F. A. S., Oliveira, T. S., Mendonça, E. S., & Araújo Filho, J. A. (2006). Impactos de sistemas agroflorestais e convencional sobre a qualidade do solo no semiárido cearense. Revista Árvore, 30 (5), 837-848. Recuperado de http://dx.doi.org/10.1590/S010067622006000500018

Melo, J. T. (2003). Cultivo de guariroba (Syagrus oleracea Becc.) em sistemas consorciados com espécies florestais do Cerrado (Comunicado Técnico, n 97). Embrapa Cerrado.

Nakagawa, J. (1999). Teste de vigor baseados no desempenho das plântulas. In: Krzyzanowski, F. C., Vieira, R. D., & França Neto, J. B. (Eds). Vigor de sementes: conceitos e teses. Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes, Comitê de Vigor de Sementes. Londrina: ABRATES.

Oliveira, A. K.; Diógenes, F. E. P.; Coelho, M. F. B.; Maia, S. S. S. (2009). Alelopatia em extratos de frutos de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart. – Rhamnaceae). Acta Botânica Brasílica, 23 (4), 1186-1189. Recuperado de http://dx.doi.org/10.1590/S010233062009000400029.

Oliveira, A. K., Coelho, M. F. B., Maia, S. S. S., & Diógenes, F. E. P. (2012). Atividade alelopática de extratos de diferentes órgãos de Caesalpinia ferrea na germinação de alface. Ciência Rural, 42 (8), 1397-1403. Recuperado de http://dx.doi.org/10.1590/S010384782012000800011

Roos, E. E., & Moore Iii, F. D. (1975). Effect of seed coating on performance of lettuce seeds in greenhouse soil tests. Journal of the American Society for Horticultural Science, 100 (5), p. 573-576.

Simeão, M., Oliveira, A. E. S., Santos, A. R. B., Mousinho, F. E. P., & Ribeiro, A. A. (2013). Determinação de ETc e Kc para o feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) na região de Teresina, Piauí. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 8 (2), 219-296. Recuperado de http://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/1862>

Silva, V. A. (2012). Avaliação citotóxica e genotóxica de Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir. (Mimosaceae). Dissertação (Mestrado em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos: Farmacologia). Universidade Federal da Paraíba. Recuperado de http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6722.

Silva, V. A., Gregório, F. G., Pereira, M. S.V., Gomes, A. F. R., Diniz, M. F. F. M., & Pessôa, H. L. F. (2013). Assessment of mutagenic, antimutagenic and genotoxicity effects of Mimosa tenuiflora. Revista Brasileira de Farmacognosia, 23 (2), 329-334. Recuperado de http://dx.doi.org/10.1590/S0102695X2013005000014 .

Silva, J. A., Oliveira, M. G., Souza, L. T., Assunção, I. P., Lima, G. A., & Michereff, S. J. (2014). Reação de genótipos de feijão-fava a Sclerotium rolfssi. Horticultura Brasileira, 32 (1), 98-101. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/hb/v32n1/0102-0536-hb-32-01-00098.pdf.

Silveira, P. F., Maia, S. S. S., & Coelho, M. F. B. (2012). Potencial alelopático do extrato de cascas de jurema-preta no desenvolvimento inicial de alface. Revista Caatinga, 25 (1), p. 20-27. Recuperado de https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/sistema/article/download/2027/pdf.

Souza, R. S. O., Albuquerque, U. P., Monteiro, J. M., & Amorim, E. L. C. (2008). Jurema-preta (Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir.): a rewiew of its traditional use, phytochemistry and pharmacology. Brazilian Archives of Biology and Technology, 51 (5), 937-947. Recuperado de

http://dx.doi.org/10.1590/S151689132008000500010.

Tur, C. M., Martinazzo, E. G., Aumonde, T. Z., & Villela, F. A. (2012). Efeito alelopático de extratos aquosos foliares de Lonchocarpus campestris na germinação e no crescimento inicial de picão-preto. Revista de Ciência Agrárias, 55 (4), 277-281. Recuperado de http://dx.doi.org/10.4322/rca.2012.076

COELHO, M. F. B.; MAIA, S. S. S.; OLIVEIRA, A. K.; DIÓGENES, F. E. P. Atividade alelopática de extrato de sementes de juazeiro. Horticultura Brasileira, Brasília-DF, v. 29, n. 1, p. 108-111, 2011.

CONTI, D.; FRANCO, E. T. H. Efeito alelopático de extratos aquosos de Casearia sylvestris Sw. na germinação e no crescimento de Lactuca sativa L. Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas-RS, v. 17, n. 2-4, p. 193-203, 2011.

FERREIRA, E. G. B. S.; MATOS, V. P.; SENA, L. H. M.; SALES, A. G. F. A. Efeito alelopático do extrato aquoso de sabiá na germinação de sementes de fava, Revista Ciência Agronômica, Fortaleza-CE, v. 41, n. 3, p. 463-467, 2010.

LABOURIAU, L. G.; VALADARES, M. E. B. On the germination of seeds Calotropis procera (Ait.) Ait.f. Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro-RJ, v. 48, n. 2, p. 263-284, 1976.

LIMA, C. P.; CUNICO, M. M.; MIGUEL, O. G.; MIGUEL, M. D. Efeito dos extratos de duas plantas medicinais do gênero Bidens sobre o crescimento de plântulas de Lactuca sativa L. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, Araraquara-SP, v. 32, n. 1, p. 83-87, 2011.

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil, v. 01, 5ª ed. Nova Odessa, São Paulo: Instituto Plantarum, 2008. 384p.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination-aid in and evaluation for seedling emergence and vigour. Crop Science, Madison, v. 2, n. 1, p. 176-177, 1962.

MAIA, S. M. F.; XAVIER, F. A. S.; OLIVEIRA, T. S.; MENDONÇA, E. S.; ARAÚJO FILHO, J. A. Impactos de sistemas agroflorestais e convencional sobre a qualidade do solo no semiárido cearense. Revista Árvore, Viçosa-MG, v. 30, n. 5, p. 837-848, 2006.

MELO, J. T. Cultivo de guariroba (Syagrus oleracea Becc.) em sistemas consorciados com espécies florestais do Cerrado, EMBRAPA CERRADO, Comunicado Técnico 97. 2003. 2p.

NAKAGAWA, J. Teste de vigor baseados no desempenho das plântulas. In: KRZYZANOWSKI, F. C; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. B. (Eds). Vigor de sementes: conceitos e teses. Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes, Comitê de Vigor de Sementes. Londrina: ABRATES, 1999.

OLIVEIRA, A. K.; DIÓGENES, F. E. P.; COELHO, M. F. B.; MAIA, S. S. S. Alelopatia em extratos de frutos de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart. – Rhamnaceae). Acta Botânica Brasílica, Belo Horizonte-MG, v. 23, n. 4, p. 1186-1189, 2009.

OLIVEIRA, A. K.; COELHO, M. F. B.; MAIA, S. S. S.; DIÓGENES, F. E. P. Atividade alelopática de extratos de diferentes órgãos de Caesalpinia ferrea na germinação de alface, Ciência Rural, Santa Maria-RS, v. 42, n. 8, p. 1397-1403, 2012.

PIMENTEL-GOMES, F.; GARCIA, C. H. Estatística aplicada a experimentos agronômicos e florestais: exposição com exemplos e orientações para uso de aplicativos, v. 11, FEALQ, Piracicaba, São Paulo, 2002. 309p.

ROOS, E. E.; MOORE III, F. D. Effect of seed coating on performance of lettuce seeds in greenhouse soil tests. Journal of the American Society for Horticultural Science, v. 100, n. 5, p. 573-576, 1975.

SIMEÃO, M.; OLIVEIRA, A. E. S.; SANTOS, A. R. B.; MOUSINHO, F. E. P.; RIBEIRO, A. A. Determinação de ETc e Kc para o feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) na região de Teresina, Piauí. Revista Verde, Mossoró-RN, v. 8, n. 2, p. 219-296, 2013.

SILVA, F. A. S. E.; AZEVEDO, C. A. V. Principal Components Analysis in the Software Assistat-Statistical Attendance. In: WORLD CONGRESS ON COMPUTERS IN AGRICULTURE, 7, Reno-NV-USA: American Society of Agricultural and Biological Engineers, 2009.

SILVA, V. A.; GREGÓRIO, F. G.; PEREIRA, M. S.V.; GOMES, A. F. R.; DINIZ, M. F. F. M.; PESSÔA, H. L. F. Assessment of mutagenic, antimutagenic and genotoxicity effects of Mimosa tenuiflora. Revista Brasileira de Farmacognosia, Curitiba-PR, v. 23, n. 2, p. 329-334, 2013.

SILVA, J. A.; OLIVEIRA, M. G.; SOUZA, L. T.; ASSUNÇÂO, I. P.; LIMA, G. A.; MICHEREFF, S. J. Reação de genótipos de feijão-fava a Sclerotium rolfssi. Horticultura Brasileira, v. 32, n. 1, p. 98-101, 2014.

SILVEIRA, P. F.; MAIA, S. S. S.; COELHO, M. F. B. Potencial alelopático do extrato de cascas de jurema-preta no desenvolvimento inicial de alface. Revista Caatinga, Mossoró-RN, v. 25, n. 1, p. 20-27, 2012.

SOUZA, R. S. O.; ALBUQUERQUE, U. P.; MONTEIRO, J. M.; AMORIM, E. L. C.; Jurema-preta (Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir.): a rewiew of its traditional use, phytochemistry and pharmacology. Brazilian Archives of Biology and Technology, Curitiba-PR, v. 51, n. 5, p. 937-947, 2008.

TUR, C. M.; MARTINAZZO, E. G.; AUMONDE, T. Z.; VILLELA, F. A. Efeito alelopático de extratos aquosos foliares de Lonchocarpus campestris na germinação e no crescimento inicial de picão-preto. Revista de Ciência Agrárias, Belém-PA, v. 55, n. 4, p. 277-281, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line