Qualidade fisiológica de sementes de crambe (Crambe abssynica Hoechst) durante o armazenamento, em função de embalagens

Hugo Tiago Ribeiro Amaro, Andréia Márcia Santos de Souza David, Miquéias de Oliveira Assis, Bruno Rafael Alves Rodrigues, Lucas Vinícius de Souza Cangussú, Marina Borges de Oliveira

Resumo


Resumo: Na maioria das culturas propagadas por sementes, a época de colheita não coincide com a época
mais adequada para a semeadura e, por isso, a importância do armazenamento das sementes. O presente
estudo teve como objetivo avaliar diferentes embalagens e o seu efeito na manutenção da qualidade das
sementes de crambe, durante o armazenamento. Foram utilizadas sementes da cultivar FMS Brilhante,
safra 2010. As sementes foram acondicionadas em embalagem de papel e polietileno, armazenadas
durante doze meses em câmara fria a 10 ºC e 65% de umidade relativa do ar. A qualidade fisiológica foi
avaliada antes da instalação do experimento (qualidade inicial) e a cada seis meses, determinando-se o teor
de água, a germinação, a primeira contagem de germinação e o índice de velocidade de emergência. Pelos
resultados, pode-se concluir que a embalagem de polietileno é eficiente para o armazenamento das
sementes de crambe. Sementes de crambe apresentam dormência pós colheita, sendo parcialmente
superada após seis meses de armazenamento, nas condições avaliadas.


Palavras chave: Conservação de sementes, Embalagem de papel, Embalagem de polietileno.


Texto completo:

PDF

Referências


AZEREDO, G.A.; BRUNO, R.L.A.; LOPES, K.P.;

SILVA, A.; DINIZ, E.; LIMA, A.A. Conservação de

sementes de amendoim (Arachis hypogaeal) em

função do beneficiamento, embalagem e

ambiente de armazenamento. Pesquisa

Agropecuária Tropical, v. 35, n. 1, p. 37-44,

BRASIL. Ministério da Agricultura e Reforma

Agrária. Regras para Análise de Sementes.

Brasília: DNDV/CLAV, 365 p. 2009a.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e

Abastecimento. Instrução Normativa 60/2009.

(Anexo I - Padrões de identidade e qualidade

para a produção de sementes de canola).

Brasília, DF: SNAD/DNDN/CLAV: D.O.U, p. 16,

Seção 1. 2009b.

CARDOSO, R.B.; BINOTTI, F.F.S.; CARDOSO,

E.D. Potencial fisiológico de sementes de crambe

em função de embalagens e armazenamento.

Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 42, n. 3, p.

-278, 2012.

CAMARGO, R.; CARVALHO, M.L.M.

Armazenamento a vácuo de semente de milho

doce. Revista Brasileira de Sementes, v. 30, n.

, p.131-139, 2008.

CARVALHO, N.M.; NAKAGAWA, J. Sementes:

ciência, tecnologia e produção. 5.ed.

Jaboticabal: FUNEP, 2012. 590p.

COLODETTI, T.V.; MARTINS, L.D.; et al.

Crambe: Aspectos Gerais da Produção Agrícola.

Enciclopédia Biosfera, Centro Cientifico

Conhecer, v. 8, n.14, p. 258-269, 2012.

COSTA, L.M.; RESENDE, O.; GONCALVES,

D.N.; SOUSA, K.A. Qualidade dos frutos de

crambe durante o armazenamento. Revista

Brasileira de Sementes, v. 34, n. 2, p. 239 –

, 2012.

EIRA, M.T.S.; MARCOS FILHO, J.

Condicionamento osmótico de sementes de

alface: I. Efeitos sobre a germinação. Revista

Brasileira de Sementes, v. 12, p. 9-27, 1990.

FARIA, R.Q.; TEIXEIRA, I.R.; DEVILLA,

ASCHERI, D.P.R.; RESENDE, O. Cinética de

secagem de sementes de crambe. Revista

Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental,

v.16, n.5, p.573–583, 2012.

KERMODE, A.R. Approaches to elucidate the

basis of desiccation-tolerance in seeds. Seed

Science Research, v. 7, p. 75-95. 1997.

KOHAMA, S.; MALUF.; A.M.; BILIA, D.A.C.;

BARBEDOS, C.J. Secagem e armazenamento de

sementes de Eugenia brasiliensis LAM

(GRUMIXAMEIRA). Revista Brasileira de

Sementes, v. 28, n. 1, p.72-78, 2006.

MAGUIRE, J.D. Speed of germination-aid in

selection and evaluation for seedling emergence

and vigor. Crop Science, Madison, v. 2, p. 176-

, 1962.

MARCOS FILHO, J. 2005. Fisiologia de

Sementes de Plantas Cultivadas. Piracicaba:

FEALQ, 2005. 495p.

NASCIMENTO, W.M.; PEREIRA, R.S.; FREITAS,

R.A.; BLUMER, L.; MUNIZ, M.F.B. Colheita e

armazenamento de sementes de coentro.

Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 41, p.

-1801, 2006.

PITOL, C.; BROCH, D. L.; ROSCOE, R.

Tecnologia e Produção: Crambe 2010.

Maracaju: Fundação MS, 2010. 60p.

SILVA, F.S.; PORTO, A.G.; PASCUALI, L.C.;

SILVA, F.T.C. Viabilidade do armazenamento de

sementes em diferentes embalagens para

pequenas propriedades rurais. Revista de

Ciências Agroambientais, v. 8, p. 45-56, 2010.

TOLEDO, M.Z.; FONSECA, N.R.; CESAR, M.L.;

SORATTO, R.P.; CAVARIANI, C.; CRUSCIOL,

C.A.C. Qualidade fisiológica e armazenamento de

sementes de feijão em função da aplicação tardia

de nitrogênio em cobertura. Pesquisa

Agropecuária Tropical, v.39, n.2, p.124-133,

TONIN, G.A.; PEREZ, S.C.J.G.A. Qualidade

fisiológica de sementes de Ocotea porosa (Neeset Martius ex. Nees) após diferentes condições de

armazenamento e semeadura. Revista Brasileira

de Sementes, v. 28, p. 26-33, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line