Agronomic performance of common bean genotypes at Sinop, MT, Brazil

Scheila Roberta Guilherme, Cinthia Souza Rodrigues, Flávia Barbosa Silva Botelho, Everton Vinícius Zambiazzi, Éder Cristian Smiderle, Daiane Cristina Terras Souza

Resumo


Abstract: Brazil is the largest bean producer in the world, but the expansion of this crop is still needed. For
this, it is necessary the recommendation of specific cultivars for other environments. This study aimed to
evaluate breeding lines of common bean in order to recommend to the northern region of Mato Grosso state,
Brazil. The experiments were conducted during 2010 and 2011 crop years and thirty two common bean
genotypes were tested, including cultivars and breeding lines of the groups Carioca, Jalo, Black and Rajado,
with three replications in a randomized block design. Each plot consisted of three rows of two meters in
length. The evaluated variables were grain yield (kg.ha-1), plant size, lodging and number of days to
flowering. For the carioca group, BRS Requinte resulted in high yield and BRS Cometa in better
characteristics related to harvest. Jalo Precoce and BRS Supremo presented the higher yield for the Jalo
and Black group, respectively. In the Black group, BRS Supremo was the genotype with higher resistance to
lodging.
Key words: Phaseolus vulgaris, Breeding programs, Grain yield


Texto completo:

PDF

Referências


Afférri, F. S., Oliveira, E. T., Silva, V. M., Gomes,

M. P. & Almeida Jr, D. (2003). Avaliação de

cultivares e linhagens de feijão dos grupos

comerciais carioca e preto sob irrigação no

município de Gurupi-TO no ano de 2003.

Recuperado em 29 de junho de 2010 de

http://www.cnpaf.embrapa.br/conafe/pdf/conafe20

-0200.pdf.

Albrecht, J. C. & Carvalho, W. P. (2004). BRS

Valente: nova cultivar de feijoeiro comum do

grupo comercial preto para o Distrito Federal e

noroeste mineiro (N.109, Documentos). Goiânia:

Embrapa Arroz e Feijão.

Backes, R. L., Tavares, E., Hemp, S. & Nicknich,

W. (2005). Adaptabilidade e estabilidade de

genótipos de feijoeiro no estado de Santa

Catarina. Acta Scientiarum Agronomy, 27 (2),

-314.

Bertoldo, J.C., Coimbra, J.L.M., Barili, L.D.,

Grimaldi, F., Coelho, C.M.M., Silveira, C.B. &

Leiri, J. (2010). Avaliação do tempo máximo de

hidratação e comparação entre duas

metodologias de hidratação em grãos de feijão.

Magistra, Cruz das Almas, 22 (2), 77-82.

Borém, A. (2005). Melhoramento de espécies

cultivadas (2. ed., 969p.) Viçosa: Editora UFV.

Coimbra, J. L. M., Barili, L. D., Vale, N. M.,

Guidolin, A. F., J. G., Rocha , F. & Toaldo, D.

(2008). Seleção para caracteres adaptativos em

acessos de feijão usando REML/BLUP. Magistra,

Cruz das Almas, 20 (2), 177-185.

Collicchio, E., Ramalho, M.A.P., Abreu, A.F.B.

(1997). Associação entre o porte da planta do

feijoeiro e o tamanho dos grãos. Pesquisa

Agropecuária Brasileira, Brasília, 32 (3), 297-304.

Companhia Nacional de Abastecimento (2013).

Produção de feijão. Brasília.Recuperado em 17

de julho de2013 de: http://www.conab.gov.br.

Dalla Corte, A., Moda-Cirino, V. & Destro, D.

(2002). Adaptability and phenotypic stability in

early common bean cultivars and lines. Crop

Breeding and Applied Biotechnology, Londrina, 2

(4), 525-534.

Faria, L. C., Del Peloso, M. J. & Melo, L. C.

(2005). Potencial de rendimento da cultura do

feijoeiro comum; base genética da produtividade

de grãos do feijoeiro comum no Brasil e no

mundo (1 ed., pp. 64-65). Editora EMBRAPA.

Londero, P. M. G., Ribeiro, N. D., Cargnelutti

Filho, A., Rodrigues, J. A. & Antunes, I. F. (2006).

Herança dos teores de fibra alimentar e

rendimento de grãos em populações de feijoeiro.

Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, 41 (1),51-58.

Melo, L. C., Santos, P. G., Faria, L. C., Diaz, J. L.

C., Del Peloso, M. J., Rava, C. A. & Costa, J. G.

C. (2007). Interação com ambientes e

estabilidade de genótipos de feijoeiro-comum na

região Centro-Sul do Brasil. Pesquisa

Agropecuária Brasileira, Brasília, 42, 715-723.

Melo, L.C., Faria, L.C., Del Peloso, M.J., Costa,

J.G.C., Rava, C.A., Lemes, G.C., Cabrera Diaz,

J.L., Abreu, A.F.B. & Zimmermann, F.J.P. (2005).

Adaptabilidade e estabilidade de produção da

cultivar BRS Supremo em diferentes regiões

brasileiras (N. 104, Comunicado Técnico, 4p.).

Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão.

Oliveira, R. L., Muniz, J. A., Andrade, M. J. B. &

Reis, R. L. (2009). Precisão experimental em

ensaios com a cultura do feijão. Ciência e

Agrotecnologia, Lavras, 33, 113-119.

Portugal, J. R., Arf, O., Rodrigues, R. A. F., Gitti,

D. C. & Castan, D. O. C. (2009). Comportamento

de cultivares de feijão no período “de inverno” em

Selvíria-MS. Faculdade de Engenharia, Ilha

Solteira.

Redden, R.J., Delacy, I.H., Butler, D.G. & Usher,

T. (2000). Analysis of line x environment

interactions for yield in navy beans. Australian

Journal of Agricultural Research, 51 (5), 607-617.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line