Alterações causadas nos atributos físicos após preparo do solo com arado escarificador e enxada rotativa

José Luiz Rodrigues Torres, Antônio Angelotti Netto, Zigomar Menezes de Souza, Renato Lara de Assis

Resumo


Resumo: Os diferentes usos e manejos do solo podem causar alterações nos atributos físicos, por isso temse
investido em sistemas de manejo conservacionista que necessitam menor consumo de energia, que
visam à conservação do solo e da água e não causem prejuízos no desenvolvimento e na produtividade das
culturas. Neste estudo avaliaram-se as alterações ocorridas nos atributos físicos após o preparo mínimo
utilizando a enxada rotativa e arado escarificador, em Jaboticabal-SP. Utilizou-se o delineamento de blocos
inteiramente casualizados, num esquema fatorial 2x4x3, com 2 tratamentos: arado escarificador e enxada
rotativa em quatro profundidades de amostragem (0,00-0,10; 0,10-0,20; 0,20-0,30 e 0,30-0,40 m) e três
atributos físicos (densidade do solo (Ds) pelo método do anel volumétrico, resistência do solo à penetração
(RP) com penetrômetro de impacto e o conteúdo de água do solo), com quatro repetições. Os sistemas de
preparo do solo com arado escarificador e enxada rotativa causam aumento da densidade e resistência do
solo à penetração; Independentemente do sistema de preparo e profundidade do solo, a resistência do solo
à penetração aumentou após cinco anos da área em pousio para níveis acima de 2 MPa; Para o arado
escarificador a maior densidade do solo ocorreu nas profundidades de 0,10-0,40 m enquanto que para a
enxada rotativa os valores se mantiverem próximos ou iguais em todas as profundidades avaliadas. Por
proporcionar menor mobilização do solo e pelos resultados apresentados o arado escarificador foi o melhor
equipamento de preparo mínimo do solo.


Palavras chave: Manejo do solo, Mecânica do solo, Máquinas agrícolas


Texto completo:

PDF

Referências


AndriolI, I., & Prado, R. M.(2012). Plantas de cobertura em pré-safra e adubação nitrogenadana fertilidade do solo em diferentes camadas,

cultivado com milho em sistema de plantio direto

e convencional. Semina: Ciências Agrárias,

Londrina, 33 (3), 963-978.

Araújo, M. A., Tormena, C. A., Inoue, T. T., &

Costa, A. C. S. (2004). Efeitos da escarificação na

qualidade física de um Latossolo Vermelho

distroférrico após trezes anos de semeadura

direta. Revista Brasileira de Ciência do Solo,

Viçosa, 28 (3), 459-504.

Arshad, M. A., Lowery, B., & Grossman, B.

(1996). Physical tests for monitoring soil quality.

In: Doran. J.W. & Jones, A.J., (Eds). Methods for

assessing soil quality. Soil Science Society of

America (pp.123-141). Madison.

Assis, R. L., LazarinI, G.D., Lanças, K. P., &

Cargnelutti Filho, A. (2009). Avaliação da

resistência do solo à penetração em diferentes

solos com a variação do teor de água.

Engenharia Agrícola, Jaboticabal, 29 (4), 558-568.

Beutler, A.N., & Centurion, J.F. (2006).

Compactação do solo no desenvolvimento

radicular e na produtividade da soja. Pesquisa

Agropecuária Brasileira, Brasília, 39 (6), 581-588.

Beutler, A. N., Centurion, J. F., Silva, A.P., &

Barbosa, J. C. (2006). Intervalo hídrico ótimo e

produtividade de cultivares de soja. Revista

Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental,

Campina Grande, 10 (3), 639-645.

Blake, G. R., Hartge, K. H., & Bulk Density.

(1986). In: Klute, A., (Ed.) Methods of soil

analysis: physical and mineralogical methods.

America Society of Agronomy (pp.363-375).

Madison.

Carvalho Filho, A., Silva, R.P., Centurion, J. F.,

Carvalho, L. C. C., & Lopes, A. (2007). Agregação

de um Latossolo Vermelho submetido a cinco

sistemas de preparo do solo em Uberaba – MG.

Engenharia Agrícola, Jaboticabal, 27 (1), 317-325.

Carvalho Filho, A., Carvalho, L. C. C., Centurion,

J. F., Beutler, A. N., Cortez, J. W., & Ribon, A. A.

(2009). Qualidade física de um Latossolo

Vermelho férrico sob sistemas de uso e manejo.

Bioscience Journal, Uberlândia, 25, (6), 43-51.

Celik, A., Boydas, M. G., & Altikat, S. (2011). A

comparison of an experimental plow with a

moldboard and a disk plow on the soil physical

properties. Applied Engineering in Agriculture,

Michigan, 27, 185-192.

Coan, O. (1996). Sistemas de preparo de solo:

efeitos sobre a camada mobilizada e no

comportamento das culturas do feijoeiro

(Phaseolus vulgaris L.) e do milho (Zea mays L.),

conduzidas em rotação (138f). Tese de

Doutorado, Universidade Estadual Paulista,

Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias,

Jaboticabal, SP, Brasil.

Costa, M. A. T., Tormena, C .A., Lugão, S. M. B.,

Fidalski, J., Nascimento, W. G., & Medeiros, F.M.

(2012). Resistência do solo à penetração e

produção de raízes e de forragem em diferentes

níveis de intensificação do pastejo. Revista

Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, 36 (3), 993-

Drescher, M.S., Eltz, F.L.F., Denardin, J.E.,

Faganello, A., & Drescher, G.L. (2012).

Resistência à penetração e rendimento da soja

após intervenção mecânica em Latossolo

Vermelho sob plantio direto. Revista Brasileira de

Ciência do Solo, Viçosa, 36, 1836-1844.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

(2013). Sistema Brasileiro de Classificação de

Solos. (3 ed.) Brasília.

Figueiredo, L. H. A., Dias Júnior, M. S., & Ferreira,

M. M.(2000.) Teor de água crítica de

compactação e densidade do solo máxima em

resposta a sistemas de manejo num Latossolo

Vermelho eutrófico. Revista Brasileira de Ciência

do Solo, Viçosa, 24 (3), 487-493.

Foloni, J. S. S, Calonego, J. C., & Lima, S. L.

(2003). Efeito da compactação do solo no

desenvolvimento aéreo e radicular de cultivares

de milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira,

Brasilia, 38 (8), 947-953.

Iori, P., Dias Júnior, M. S., & Silva, R. B. (2012).

Resistência do solo à penetração e ao

cisalhamento em diversos usos do solo em áreas

de preservação permanente. Bioscience Journal,

Uberlândia, 28 (1), 185-195.

Jadoski, S. O., Saito, L. R., Maggi, M.F., Wagner,

M.V., & Reffatti, T.N. (2012). Formas de

mecanização e manejo do solo para a cultura da

batata. I – características da produção.

Engenharia Agrícola, Jaboticabal, 32 (5), 889-899.

Magalhães, W. A., Cremon, C., Mapeli, N. C.,

Silva, W. M., Carvalho, J. M. & Mota, M. S.

(2009). Determinação da resistência do solo a

penetração sob diferentes sistemas de cultivo em

um Latossolo sob Bioma Pantanal. Agrarian,

Dourados, 2, 21-32.

Mahal, D., Gamero, C. A., Benez, S. H., Furlani,

C. E. A., & Silva, A. R. B. (2004). Demanda

energética e eficiência da distribuição de

sementes de milho sob variação de velocidade e

condição de solo. Engenharia Agrícola,

Jaboticabal, 24 (1), 150-157.

Marasca, I., Lanças, K. P., Silva, R. B. & Assis, R.

L. (2012). Capacidade de suporte de carga e

densidade do solo em áreas de plantio direto com

e sem escarificação. Energia na Agricultura, 27

(4), 81-91.

Martins, C. A. S., Pandolfi, F., Passos, R. R., Reis,

E. F., & Cabral, M. B. G. (2010). Avaliação da

compactação de um Latossolo Vermelho-Amarelo

sob diferentes coberturas vegetais. Bioscience

Journal, Uberlândia, 26 (1), 79-83.

Prevedello, J., Kaiser, D. R., Reinert, D. J.,

Vogelmann, E. S., Fontanela, E., & Reichert, J. M.

(2013). Manejo do solo e crescimento inicial de

Eucalyptus grandis Hill ex Maiden em Argissolo.

Ciência Florestal, Santa Maria, 23 (1), 129-138.

Prevedello, J., Vogelmann, E. S., Kaiser, D.R.,

Fontanela, E., Reinert, D. J., & Reichert, J.M. (

Agregação e matéria orgânica de um argissolo

sob diferentes preparos do solo para plantio de

eucalipto. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo,

(78), 149-158.

Sene, M., Vepraskas, M.J., Naderman, G.C., &

Denton, H.P. (1985). Relationsships of soil texture

and structure to corn yield response to subsoiling.

Society Soil Science Society of America Journal,

Madison, 49 (2) 422-427.

Silva, R. H., & Rosolem, C. A. (2001).

Crescimento radicular de espécies utilizadas

como cobertura decorrente da compactação do

solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo,

Viçosa, 25 (2), 53-260.

Silva, J. C., Wendling, B., Camargo, R., Freitas, L.

B. C. M., & Freitas, M. C. M. (2011). Análise

comparativa entre os sistemas de preparo do

solo: aspectos técnicos e econômicos.

Enciclopédia Biosfera, Goiânia, 7 (12), 1-11.

Stolf, R. (1991). Teoria e teste experimental de

fórmulas de transformação dos dados de

penetrômetro de impacto em resistência do solo.

Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, 15

(1), 299-235.

Torres, J. L. R., Fabian, A. J., & Pereira, M. G.

(2011). Alterações dos atributos físicos de um

Latossolo Vermelho submetido a diferentes

sistemas de manejo. Ciência e Agrotecnologia,

Lavras, 35 (3), 437-445.

Torres, J. L. R., Rodrigues Jr., D,J., Sene, G. A.,

Jaime, D. G., & Vieira, D.M.S. (2012). Resistência

à penetração em área de pastagem de capim

Tifton, influenciada pelo pisoteio e irrigação.

Bioscience Journal, Uberlândia, 28 (1), 232-239.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line