Desempenho fisiológico da mamoneira EBDA MPB01, sob a ação de dois herbicidas, em dois períodos de cultivo no recôncavo sul baiano

José Carlos de Cerqueira Moraes, Clovis Pereira Peixoto, Maria de Fátima S. P. Peixoto, Viviane Guzzo de Carli Poelking, Elves de Almeida Souza, Viviane Peixoto Borges

Resumo


RESUMO: A disponibilização de novos cultivares de mamoneira tem aumentado a expansão da cultura, principalmente na região Nordeste do Brasil e em locais de baixa altitude. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho da cultivar de mamoneira anã EBDA MPB01, após aplicação dos herbicidas alachlor e diuron em pré-emergência, em dois períodos de cultivo, nas condições do Recôncavo Sul Baiano. O trabalho foi realizado em área experimental do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com 5 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos foram: controle manual, duas doses do herbicida diuron ( 2,4 L há-1 e 4,0 L há-1 ) e duas doses do herbicida alachlor ( 5 e 7 L há-1). As avaliações foram feitas em intervalos quinzenais a partir dos 21 dias após emergência das plântulas à colheita. Foi computada a massa da matéria seca e a área foliar como base para a determinação dos índices fisiológicos: taxa de crescimento absoluto, taxa de crescimento relativo, razão de área foliar, taxa assimilatória líquida, índice de área foliar e taxa de crescimento da cultura. Nenhum dos herbicidas nas doses avaliadas prejudicou o crescimento da mamoneira.


Palavras chave: Ricinus communis L., Área foliar, Análise crescimento.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, O. A. Informações meteorológicas

do CNP: Mandioca e Fruticultura tropical. Cruz

das Almas – BA: EMBRAPA – CNPMF. 1999.

P. (EMBRAPA – CNPMF. Documentos, 34 ).

ALVAREZ , R de C. F.; RODRIGUES, J. D.;

MARUBAYASHI, O. M.; ALVAREZ A. C. C.;

CRUSCIOL, C. A.C.; Análise de crescimento de

duas cultivares de amendoim (Arachishypogaea

L.) Acta Scientiarum Agronomy, v. 27, n. 4, p.

-616. 2005.

BANZATO, D. A.; KRONKA, S. N.

Experimentação agrícola. Jaboticabal: Funep,

BELTRÃO, N. E. M.; CARDOSO, G. D.; VALE, L.

S. do. Balanço energético e “seqüestro” de

carbono em culturas oleaginosas.

(Documentos 167). Embrapa algodão. ISSN 0

-0205, setembro de 2007.

BELTRÃO, N. E. de M.; AZEVEDO, D. M. P. de.

Fitologia. In: AZEVEDO, D.M.P.; BELTRÃO,

N.E.M. (Ed.). O Agronegócio da Mamona no

Brasil. Embrapa Algodão (Campina Grande –

PR). 2.ed. rev. e .ampl. – Brasília, DF: Embrapa

Informação Tecnológica, 2007.118-137 p.

BENINCASA, M. M. P. Análise de crescimento

de plantas (noções básicas). 2ª. ed.

Jaboticabal: FUNEP, 2003. 41p.

BRANDELERO, E. M. et al. Índices fisiológicos e

rendimento de cultivares de soja no Recôncavo

Baiano, Magistra, p.77-88, 2002.

CARVALHO, B. C. L. Manual do cultivo da

mamona. Salvador: EBDA, 2005. 65 p.

CAUSTON, D. R.; VENUS, J. C. The biometry of

plant growth. London: Edward Arnold, 1981.

p.

ELIAS, C. O.; CAUSTON, D. R. Studies on date

variability and use polinomials to describe plant

growth. New Phytologist, Amsterdan, n.77,

p.421-430, 1976.

FACCHIN, F. Seletividade do herbicida

nicosulfuron para as culturas de milho earroz.

Universidade de São Paulo. Escola Superior de

agricultura “Luiz de Queiroz”- Dissertação-

Mestrado). Piracicaba- SP. 2009.

FONTES, P. C. R.; DIAS, E. N.; SILVA,D. J. H.

Dinâmica do crescimento, distribuição de massa

seca na planta e produção de pimentão em

ambiente protegido. Horticultura Brasileira,

Brasília, v.23, n.1, p.94-99. 2005.

FREIRE, E. C.; ANDRADE, F. P. de; MEDEIROS,

L. C. de; LIMA, E. F.; SOARES, J. J. Competição

de cultivares e hídricos de mamona no Nordeste

do Brasil. Campina Grande: EMBRAPA-CNPA,

13 p. (EMBRAPA- CNPA. Pesquisa em

andamento, 11).

HEIFFIG, L. S. Plasticidade da cultura da soja

(Glycine Max (L.) Merril) em diferentes arranjos

espaciais. Dissertação (Mestrado) – Escola

Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. 85p.

LARCHER, W. Physiological plant ecology. New

York, Springer-Verlag, 1995, 506p.

PEIXOTO, C. P.; CRUZ, T. V.; PEIXOTO, M. F. S.

P. Análise quantitativa do crescimento de plantas:

conceito e prática. Enciclopédia Biosfera,

Goiânia, v. 7, n. 13; pág. 51-76, 2011.

PEIXOTO, C. P. et al. Índices fisiológicos de

cultivares de mamoneira nas condições

agroecológicas do Recôncavo Baiano. Magistra,

Cruz das Almas. v. 22, n 3,4 p. 168-177, 2010.

PEIXOTO, C. P.; PEIXOTO, M. de F. da S.P.

Dinâmica do crescimento vegetal. In:

CARVALHO, C. A. L. de; DANTAS, A.C.V.L.;

PEREIRA, F.A. de C.; SOARES, A.C.F.; MELO

FILHO, J.F. de; OLIVEIRA, G.J.C. de. Tópicos em

ciências Agrárias. Universidade Federal do

Recôncavo da Bahia, 2009. p. 39-

PEREIRA, A. R.; MACHADO, E. C. Análise

quantitativa do crescimento de vegetais.

Campinas: Instituto Agronômico, 1987. 33p. (IAC.

Boletim técnico, 114).

RIBEIRO, L. P. et al. Levantamento detalhado

dos solos, capacidade de uso e classificação de

terras para irrigação da Estação de Plasticultura

da Universidade Federal da Bahia/Politeno em

Cruz das Almas (BA). Revista Brasileira de

Ciência do Solo, v.19, n.1, p.105-113, 1995.

RODRIGUES, B. N.; ALMEIDA, F. S. de. Guia de

herbicidas. 4. ed. Londrina: 1998. 648 p.

SILVA, A. C. et al. Análise de crescimento de

Brachiaria bizantha submetida a doses reduzidas

de fluazifop-p-butil, Planta Daninha, Viçosa-MG,

v.23, n.1, p.85-89, 2005.

SILVA, V. Características fisiológicas de

cultivares de mamoneira (Ricinus communis

L.) no recôncavo baiano. 2008. 73p.

Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias) –

Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e

Biológicas. Universidade Federal do Recôncavo

da Bahia.

WEISS, E. A. Castor. In: WEISS, E.A. Oilseed

crops. London: Longman, 1983, p. 31-99.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line