Compatibilidade entre defensivos naturais e o fungo entomopatogênico Beauveria bassiana (bals.). Vuill

Hewerton Nogueira Souza, Maisa Fernandes Ribeiro, Roberta Zani Silva

Resumo


Resumo: A utilização conjunta de defensivos naturais com fungos entomopatogênicos pode ser uma estratégia eficiente no controle de pragas e doenças, reduzindo a utilização de defensivos químicos, tornando os sistemas de produção mais sustentáveis, obtendo produtos mais saudáveis, promovendo a agro biodiversidade e diminuindo as pressões nos agroecossitemas. Contudo, os defensivos naturais podem atuar negativamente sobre os fungos, por inibir as Unidades Formadoras de Colônias (UFCs) e até causar mutações genéticas, fatores que podem levar a diminuição da virulência. Assim, o objetivo desse trabalho foi verificar o efeito do extrato aquoso de folhas de Azadirachta indica A. Juss (nim), e urina bovina sobre a viabilidade do fungo entomopatogênico Beauveria bassiana em diferentes períodos de tempo de contato. Foi utilizada a dose média do extrato aquoso de folhas de A. indica A (160 g L-1) e urina bovina (1%). A suspensão de conídios 1,0 x 106 conídios mL-1 do fungo e os defensivos foram pulverizadas com pulverizador manual em círculos de Panicum maximum (capim-mombaça) até o completo molhamento superficial. A avaliação foi realizada nos tempos de 0, 24 e 48 horas de contato. A urina bovina e a A. indica não foram compatíveis com o fungo B. Bassiana nos intervalos 0, 24 e 48 horas de contato.

 Palavras chave: Seletividade, Azadirachta indica, Urina bovina.


Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, J.E.M., Batista Filho, A., Lamas, C., Leite, L.G., Trama, M., & Sano, A. H. (2003). Avaliação da compatibilidade de defensivos agrícolas na conservação de microrganismos entomopatogênicos no manejo de pragas do cafeeiro. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, 70 (1), 79-84.

Alves, S.B. (1998). Controle microbiano de insetos. (2ed., 1163p). Piracicaba: ESALQ.

Andaló, V., Moino, A., Lenira, V. C. E., & Souza, G. (2004). Compatibilidade de Beauveria bassiana com Agrotóxicos Visando o Controle da Cochonilha-da-Raiz-do-Cafeeiro Dysmicoccus texensis Tinsley (Hemiptera: Pseudococcidae. Neotropical Entomology, 33 (4), 463-467.

Barbosa, F. R., Oliveira, J. B. G., Souza, E. A., Silva, C. S. B., Moreira, W. A., Alencar, F. A., & Haji, F. N. P. (2002). Efeito da urina de vaca no controle do psilídeo (Trizoida sp.), em goiabeira. Anais do Congresso Brasileiro de Defensivos Naturais. Fortaleza: Academia Cearense de Ciências, 2.

Barci, L. A. G., Wenzel, I. M., Almeida, J. E. M., Nogueira, A. H. C., & Prado, P. (2009). Compatibilidade de isolados de Beauveria bassiana (Ascomycetes: Clavicipitaceae) com carrapaticidas químicos utilizados no controle do carrapato dos bovinos. Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária, Jaboticabal, 18 (supl. 1), 63-68.

Broek, R. V. D., Iacovino, G. D., Paradela, A. L., & Galli, M. A. (2002) .Controle Alternativo de oídio (Erysiphe cichoracearum) em quiabeiro (Hibiscus esculetum). Revista Ecossistema, Espirito Santo do Pinhal, 27 (1), 23-26.

Corrêa, A. G., & Vieira, P. C. (2007). Produtos naturais no controle de insetos. (2 ed., 150p). São Carlos: Edufscar.

Faria, M. R., & Magalhães, B. P. (2001). O uso de fungos entomopatogênicos no Brasil. Biotecnologia, Ciência & Desenvolvimento, 22, 18-21.

Ferreira, D. F. (2011). Sisvar: um sistema computacional de análise estatística. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, 35 (6).

Filgueira, F.A.R. (2008). Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa: UFV.

Garcia, R. A., Juliatti, F, C., Barbosa, K. A. G., & Cassemiro, T. A. (2012). Atividade antifúngica de óleo e extratos vegetais sobre Sclerotinia sclerotiorum. Bioscience Journal, 28 (1) 48-57.

Gon, D. A., Toscano, L. C., Catalani, G. C., & Dias, P. M. (2014). Uso de extrato de nim no controle das pragas na cultura do tomate. Tecnologia & Ciência Agropecuária, João Pessoa, 8 (5), 67-72.

Gassen, M.H., Batista Filho, A., ZappelinI, L.O., & Wenzel , I.M. (2008). Efeito de agrotóxicos utilizados na cultura da goiaba sobre o fungo entomopatogênico Beauveria bassiana (bals.) Vuill. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, 75 (3), 327-342.

Gonçalves, T. E., Potrich, M., Puretz, B., Sidinet, D., & Luckmann, D. (2012). Compatibilidade do fungo entomopatogênico Beauveria bassiana, pulverizado com produtos alternativos. Anais do Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da UTFPR. Curitiba, PR, Brasil, 7.

Jonsson, N.N., & Piper, E.K. (2007). Integrated control programs for ticks on cattle (pp.135-136). Austrália.

Locatelli, T., Cunha, C. F., & Manhães, C. M. C. (2013). Controle alternativo de pragas e doenças da cultura do milho utilizando extrato aquoso de nim e urina de vaca. Anais do Congresso Fluminense de Iniciação Científica e Tecnologia. Campo dos Goytacazes, SP, Brasil, 5.

Luckmann D. (2013). Compatibilidade de produtos naturais comerciais a fungos entomopatogênicos e seletividade a Trichogramma pretiosum (HYMENOPTERA: TRICHOGRAMMATIDAE) (69f). Dissertação de Mestrado, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, PR, Brasil.

Maciel, M. V. (2009). Contribuição para o controle da leishmaniose visceral: atividade inseticida de plantas sobre Lutzomyia longipalpis (Lutz E Neiva, 1912) (88f). Tese de Doutorado, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil

Mertz, N. R. (2010). Efeito de produtos fitossanitários naturais sobre Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. in vitro. BioAssay, 5 (3), 1-10.

Rocha, R. B., Melo, E. A. S. F., Santos, O. O., & Bittencourt. M. A. L. (2012). Compatibilidade e efeito de produtos comerciais à base de nim e Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. sobre Metamasius hemipterus L. (Coleoptera: Curculionidae). Magistra, Cruz das Almas-BA, 24 (nesp), 39-51.

Ritzinger, C. H. S. P., & Fancelli, M. (2006). Manejo integrado de nematóides na cultura da bananeira. Revista Brasileira de Fruticultura, 28 (2), 331-338.

Santos, L. M. P. (2008). Efeitos dos fungos Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. e Beauveria bassiana (Bals.) Vuill sobre Tuta absoluta (MEYRICK) e compatibilidade com inseticidas (98f). Tese de Doutorado, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, PE , Brasil.

Silva, E. R. L. (2010). Efeito de Produtos Alternativos Sobre Bacillus thuringiensis subesp. Kurstaki e Trichogramma pretiosum Riley (Hymenoptera Trichogrammatidae) (118f). Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, Brasil.

Silva, I. D. S., Nunes, G. H. S., Lima, E. A. L. A., Alves, N. D., & Feijó, F. M. C. (2006). Avaliação do fungo Beauveria bassiana, associado a mosquicida com método de controle biológico de dípteros de interesse médico veterinário sob condições de laboratório. Agropecuária Científica no Semiárido, 2 (1).

Silva, R. Z., Neves, P. M. O. J., & Santoro, P. H. (2005). Técnicas e parâmetros utilizados nos estudos de compatibilidade entre fungos entomopatogênicos e produtos fitossanitários. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, 26, 305-312.

Soares, F. B. (2011). Impactos de inseticidas e fungicidas na densidade populacional de Beauveria bassiana no solo sob efeito da microbiota nativa (82f). Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, SP, Brasil.

Souza, J. T. A., Farias, A. L., Oliveira, S. J. C., Nápoles, F. A. M., & Vieira, C. A. (2010). Controle agroecológico do ácaro branco (Polyphagotarsonemus latus, banks), na fase inicial do pinhão manso (Jatropha curcas l.). Anais do Congresso Brasileiro de Mamona, João Pessoa PR, Brasil, 4.

Tamai, M. A., Alves, S. B., Lopes, R. B., Faion, M., & Padula, L. F. L., (2002). Toxicidade de produtos fitossanitários para Beauveria bassiana (bals.) Vuill. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, 69, 89-96.

Tanzani, M. R. (2002). Controle do percevejo-de-renda-da-seringueira (Leptopharsa heveae) com fungos entomopatogênicos (140f). Tese de Doutorado, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, SP, Brasil.

Viana, P. A., Prates, H. T., & Ribeiro, P. E. A. (2006). Uso do extrato aquoso de folhas de nim para o controle de Spodoptera frugiperda no milho (Circular Técnica, n.88, 5p). Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line