Caracterização de populações F2 de arroz irrigado visando a seleção para tolerância a baixas temperaturas

Gabriela de Magalhães da Fonseca, Maicon Nardino, Marina de Magalhães da Fonseca, Viviane Kopp da Luz, Ariano Martins de Magalhães Júnior, Antonio Costa de Oliveira, Luciano Carlos da Maia

Resumo


Resumo: A identificação e caracterização da variabilidade genética para tolerância ao estresse por baixas temperaturas são de grande importância para obtenção de genótipos promissores para utilização em programas de melhoramento genético. O objetivo deste trabalho foi caracterizar quatro populações F2 de arroz irrigado visando seleção de genótipos com tolerância à baixa temperatura, e discriminação de ambiente favorável para a seleção. As sementes do híbrido BRSCIRAD 302 foram semeadas, totalizando 4500 plantas espaçadas em cada uma das duas épocas em campo experimental da Estação Terras Baixas, pertencente à Embrapa Clima Temperado, localizado no município de Capão do Leão/RS, e em campo experimental do IRGA, em Cachoeirinha/RS, o método de melhoramento genealógico foi empregado. Os experimentos foram conduzidos em blocos aumentados de Federer, sendo, cada planta selecionada ao acaso e considerada uma unidade experimental. A partir deste estudo pode-se verificar que existe variabilidade genética nas populações estudadas para tolerância a temperaturas baixas. Dentre as características avaliadas os componentes de rendimento sofrem redução causada por baixas temperaturas. O ambiente mais indicado para seleção de genótipos promissores para tolerância a temperaturas baixas é o município de Capão do Leão com semeadura tardia (dezembro).

Palavras chave: Oryza sativa L., Melhoramento genético, Tolerância térmica

 


Texto completo:

PDF

Referências


Abd Allah, A. A., Ammar, M. H., & Badawi, A.T. (2010). Screening rice genotypes for drought resistance in Egypt. Journal of Plant Breeding and Crop Science, 2 (7), 205-215.

Aditya, J.P., & Bhartiya, A. (2013). Genetic variability, Correlation and Path Analysis for Quantitative Characters in Rainfed Upland Rice of Uttarakhand Hills. Journal of Rice Research, 6 (2), 24-34.

Ashfaq, M., Khan, A.S., Khan, S.H.U., & Ahmad, R. (2012). Association of Various Morphological Traits with Yield and Genetic Divergence in Rice (Oryza sativa). International Journal of Agriculture & Biology, 14 (1), 55-62.

Cruz, R.P., & Milach, S.C.K. (2000). Melhoramento Genético para Tolerância ao Frio em Arroz Irrigado. Ciência Rural, 30 (5), 909-917.

De Magalhães, F., G., et al. (2018). Characterization of herbicide tolerant rice genotypes under hydroponic culture License Creative Commons BY-NC 4.0. Communications in plant sciences, 8 , 100–111. Doi: 10.26814/cps2018014

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. (2015). Boletim Climatológico Mensal. Recuperado de http://www.cpact.embrapa.br/agromet/.

Fagundes, P. R., Magalhães, A. M., & Steinmetz, S. (2010). Tolerância de genótipos de arroz irrigado ao frio nos estádios de germinação e emergência (Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, n.118,19p). Pelotas, RS: Embrapa Clima Temperado.

Fonseca, J. R., Cutrim, V. A., Gusmão, A. R. E., & Faria, J. M. (2008). Descritores Botânicos, Agronômicos e Fenológicos do Arroz (Oryza sativa L.) (28p). Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão.

Hasan, M. J., Kulsum, M. U., Akter, A., Masuduzzaman, A. S. M., & Ramesha, M.S. (2013). Genetic variability and character association for agronomic traits in hybrid rice (Oryza sativa L.). Bangladesh Journal of Plant Breeding and Genetics, 24 (1), 45-51.

Karim, D., Siddique, N. E. A., Sarkar, U., Hasnat, Z., & Sultana, J. (2014). Phenotypic and genotypic correlation co-efficient of quantitative characters and character association of aromatic rice. Journal of Bioscience and Agriculture Research, 1 (1), 34-46.

Li, G., Zhang, J., Yang, C., Song, Y., Zheng, C., Wang, S., Liu, Z., & Ding, Y. (2014). Optimal yield-related attributes of irrigated rice for high yield potential based on path analysis and stability analysis. The Crop Journal, 2, 235-243.

Magalhães Jr. A. M., Fagundes, P. R., & Franco, D. F. (2003). Melhoramento genético, biotecnologia e cultivares de arroz irrigado. In: Magalhães Jr., A. M. & Gomes, A. S. Arroz irrigado: melhoramento genético, manejo do solo e da água e prognóstico climático (pp.13-33). Pelotas, RS: Embrapa Clima Temperado.

Mahishi, D. M., Mahadevappa, M., & Reddy, P. G. (1991). Inheritance of panicle exsertion in Oryza sativa under low temperature. Proceedings International Rice Genetics Symposium (pp.175-177). Los Baños: International Rice Research Institute, 2.

Microsoft Corporation. (2007). Programa Office Excel [Programa de computador]. Washington, USA: Microsoft®

Ni, H., Moody, K., Robles, R. P., Paller, E. C., & Lales, J. S. (2000). Oryza sativa plant traits conferring competitive ability against weeds. Weed Science, Lawrence, 48 (2), 200-204.

Nishiyama, I., Lee, M. H., & Yun, Y. D. (1987). Varietal difference in stomatal aperture in rice seedlings in relation to the cool temperature susceptibility in tongil group varieties Japanese. Journal of Crop Science, 56, 482-490.

Pandey, D. K., & Gupta, H. S. (1993). Genetics of panicle exsertion in cold-tolerant rice (Oryza sativa). Plant Breeding, Berlin, 111, 82-85.

Ranawake, A. L., Amarasingha, U. G. S., & Dahanayake, N. (2013). Agronomic characters of some traditional rice (Oryza sativa L.) cultivars in Sri Lanka. Journal of the University of Ruhuna, 1 (1), 3-9.

Rosso, A. F., Cruz, R. P., & Ricachenevsky, F. K. (2005). Avaliação de genótipos de arroz para tolerância ao frio nos estádios de germinação e plântula. Anais Congresso Brasileiro de Arroz (pp. 41- 43). Santa Maria, RS, Brasil, 4.

Statistical Analysis System Institute Inc. (2002). SAS: Statistical Analysis System-Getting Started with the SAS Learning Edition (Versão 2009) [Software]. Cary, NC: SAS Institute Inc.

Senapati, B. K., Roy, S., De, D. K., & Pal, S. (2009). Selection criteria for high yield in early segregating generation of rice (Oryza sativa L.) crosses. Journal of Crop and Weed, 5 (2), 12-14.

Uemura, M., Tominaga, Y., Nakagawara, C., Shigematsu, S., Minami, A., & Kawamura, Y. (2006). Responses of the plasma membrane to low temperatures. Physiologia Plantarum, 126, 81-89.

Yoshida, S. (1981). Fundamentals of rice crop science (63p). Los Baños: International Rice Research Institute.

Zhang, G.H., Xu, Q., Zhu, X.D., Qian, Q., & Xue, H.W. (2009). HALLOT-LIKE1 is a KANADI transcription factor that modulates rice leaf rolling by regulating leaf abaxial cell development. Plant Cell, 21, 719–735.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line