Avaliação da eficiência do teste LERCAFE para sementes de café

Soryana Gonçalves Ferreira de Melo, Marcela Carlota Nery, Fabiano Ramos Costa, Mahany Graça Martins, Cíntia Maria Teixeira Fialho, André Cabral França

Resumo


Resumo: As sementes de café possuem viabilidade curta e germinação lenta, exigindo um período mínimo de 30 dias para a obtenção dos resultados, o que pode não mais condizer com o atual estado fisiológico das sementes. O teste LERCAFÉ, possibilita a obtenção de resultados referentes à viabilidade das sementes de café em um curto período de tempo, além de ser de fácil execução. Assim, objetivou-se analisar as imagens das sementes de café através do Software Imagek que foram submetidas ao teste LERCAFÉ e relacionar com os resultados do teste de germinação. Foram utilizadas sementes das cultivares Araponga MG1 e Acaiá, colhidas na safra 2015/2016, sem o pergaminho, utilizando solução de hipoclorito de sódio 3% pelo período de três horas.  Após a caracterização dos lotes, as sementes foram submetidas ao teste LERCAFÉ.  As imagens, em formato JPG, foram analisadas com o uso do Software ImageK e classificadas quanto a posição das manchas. Foi realizado o teste de germinação com essas sementes, realizadas imagens das plântulas e computada a porcentagem de plântulas normais e comparada com as demais imagens das sementes. Para a cultivar Acaiá as posições da mancha e tipo de plântula não estão associadas. Para a cultivar Araponga MG1 a porcentagem de plântulas normais depende da posição da mancha na semente.  Concluiu-se que para ambas as cultivares foram observadas porcentagens superiores de plântulas normais nas sementes sem manchas e a análise de imagens permitiu relacionar os resultados do teste LERCAFÉ e o tipo de plântula de café para a cultivar Araponga MG1.

 

Palavras chave: Coffea arabica, Qualidade, Viabilidade.


Texto completo:

PDF

Referências


Associação Brasileira de Normas Técnicas. (2005). Hipoclorito de sódio - Determinação de cloro ativo - Método volumétrico (3p) [NBR 9425:2005]. Rio de Janeiro: ABNT.

Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. (2009). Regras para análise de sementes (399p). Brasília: Secretaria de defesa agropecuária.

Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. (1999). Padrões de sementes para safra 99/2000. Campinas: Comissão Estadual de Sementes e Mudas.

Clemente, C.S.A., et al. (2011). Preparo das sementes de café para avaliação da viabilidade pelo teste tetrazólio. Revista Brasileira de Sementes, 33 (1), 38-44.

Flor, E.P.O.F., et al. (2004). Avaliação de danos mecânicos em soja por meio da análise de imagens. Revista Brasileira de Sementes, 26 (1), 68-76.

Forti, V.A., Cícero, S.M., & Pinto, T.L.F. (2008). Análise de imagens de danos mecânicos e agudos por percevejos em sementes de feijão. Revista Brasileira de Sementes, 30 (1), 121-130.

Goulart, P.F.P; et al. (2007). Aspectos histoquímicos e morfológicos de grãos de café de diferentes qualidades. Ciência Rural, 37 (3), 662-666.

Guimarães, G.C., et al. (2013) Minimum period to assess the potential of germination of coffee seeds. Journal of Seed Science, 35 (3), 347-352.

Maguire, J. B. (1962). Speed of germination-aid in selection and evaluation for seedling emergence vigor. Crop Science, 2 (2), 176-177.

Nascimento, R.M., et al. (2016). Viability and enzyme activity of coffee seeds subjected to the LERCAFE test. African Journal of Agricultural Research, 11 (15), 1282-1288.

National Institutes of Health. (2009). Software Imagek (ImageJ) [Software]. Recuperado de https://imagej.nih.gov/ij/.

Reis, L.S., et al. (2010). LERCAFÉ: novo teste para estimar o potencial germinativo de sementes de cafeeiro (Coffea arabica L.). Revista Brasileira de Sementes, 32 (1), 9-16.

Ribeiro, B.G., et al. (2016) Image analysis of coffee seeds submitted to the LERCAFE test. Acta Scientiarum. Agronomy, 38 (3), 355-361.

Rosa, S.D.V.F., et al. (2009). Estádios do desenvolvimento de plântula de café: uma justificativa para a redução do teste de germinação. In: Anais do Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil. Vitória: Consórcio Pesquisa Café, 6.

SPSS Statistics. (2009). Programa Statistical Package for Social Sciences. Command Syntax Reference (SPSS Statistics 17) [Programa de computador]. Chicago, IL: SPSS Inc.

Teixeira, E.F., Cícero, S.M., & Dourado Neto, D. (2016). Análise de imagens digitais de plântulas para avaliação do vigor de sementes de milho. Revista Brasileira de Sementes, 28 (2), 159-167.

Trujillo, H. A., Guilhien Gomes-Junior, F., Lara, I. A. R., & Cicero, S. M. (2019). Radiographic analysis and performance of coffee seeds. Journal Seed Science, 41 (4), 431-440.

Vaz Mondo, V.H., & Cicero, S.M. (2005) Análise de imagens na avaliação da qualidade de sementes de milho localizadas em diferentes espécies na espiga. Revista Brasileira de Sementes, 27 (1), 9-18.

Zonta, J.B., et al. (2010). Teste LERCAFÉ para sementes de cafeeiro com diferentes teores de água. Revista Brasileira de Sementes. 32 (1), 17–23.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line