Avaliação de descritores na caracterização de seleções de espécies de Passiflora spp. com potencial comercial

Jamile da Silva Oliveira, Fábio Gelape Faleiro, Nilton Tadeu Vilela Junqueira

Resumo


Resumo: Objetivou-se avaliar os descritores utilizados em ensaios de DHE (Distinguibilidade, homogeneidade e estabilidade) recomendados pelo Serviço Nacional de Proteção de Cultivares [SNPC] na caracterização de seleções de espécies de Passiflora spp. com potencial comercial. O estudo foi realizado na Embrapa Cerrados, onde foram caracterizados nove seleções de espécies silvestres de Passiflora spp. e três seleções de Passiflora edulis. Para a caracterização utilizou-se os descritores específicos para cada grupo preconizados pelo SNPC-MAPA. Os descritores utilizados foram capazes de diferenciar as diferentes seleções, bem como, separar de forma clara os subgêneros Decaloba e Passiflora. Os descritores foram eficazes na diferenciação das seleções tanto de espécies silvestres de Passiflora spp. quanto da espécie P. edulis. 

Palavras chave: Proteção de cultivares, Variabilidade genética, Melhoramento genético.

 


Texto completo:

PDF

Referências


Cruz, C.D., & Carneiro, P.C.S. (2006) Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético (2.ed. 585p). Viçosa: UFV.

Faleiro, F.G., Junqueira, N.T.V., & Costa, A.M. (2015). Ações de Pesquisa e Desenvolvimento para o uso diversificado de espécies comerciais e silvestres de maracujá (Passiflora spp.) (Documento n. 329, 26p). Planaltina: Embrapa Cerrados.

Flores, P.S., et al. (2011) Caracterização físico-química de frutos de maracujazeiro provenientes da irradiação com raios gama. Ciência Rural, Santa Maria, 41 (11), 1903-1906.

Jesus, O.N., et al. (2016a) Aplicação de descritores morfoagronômicos utilizados em ensaios de DHE de cultivares de maracujazeiro-doce, ornamental, medicinal, incluindo espécies silvestres e híbridos interespecíficos (Passiflora spp.). Manual prático. Ed. I, (45p). Brasília: Embrapa.

Jesus, O.N., et al. (2016b) Aplicação de descritores morfoagronômicos utilizados em ensaios de DHE de cultivares de maracujazeiro-azedo (Passiflora edulis Sims). Manual prático. Ed. I, (45p). Brasília: Embrapa.

Machado, C.F., Jesus, F.N., & Ledo, C.A.S. (2015). Divergência genética de acessos de maracujá utilizando descritores quantitativos e qualitativos. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, 37 (2), 442-449.

Milward-de-Azevedo, M.A., et al. (2010). Palinotaxonomia de Passiflora L. subg. Decaloba (DC.) Rchb. (Passifloraceae) no Brasil. Acta Botânica Brasílica, São Paulo, 24 (1), 133-145.

Muschner, V.C., et al. (2012) Phylogeny, biogeography and divergence times in Passiflora (Passifloraceae). Genetics and Molecular Biology, Ribeirão Preto, 35 (4), 1036–1043.

Oliveira, J.S. (2018) Recursos genéticos de Passiflora spp.: Diversidade genética, caracterização morfoagronômica, molecular, germinação e armazenamento de sementes. Tese de Doutorado. (205p). Brasília: Universidade de Brasília.

Oliveira, J.S., et al. (2017). Diversidade genética e morfoagronômica de Passiflora spp. baseada em variáveis quantitativas das flores e frutos. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, 39 (1), e-003.

Viana, A. J.C., et al. (2010). Genetic diversity in Passiflora species determined by morphological and molecular characteristics. Biologia Plantarum, Amsterdam, 54 (3), 535-538.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Magistra

ISSN 2236-4420 - versão on line